O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, acusou o Senado de descumprir a decisão que obriga o pagamento de “supersalários” aos servidores do Congresso. Mello disse que a alternativa criada pela instituição de depositar em juízo os valores recebidos pelos servidores acima do teto de R$ 29,4 mil não atende sua liminar que determina o pagamento. “É descumprimento da liminar. A liminar foi para não se ter qualquer providência, tendo em conta o teto, a não ser de satisfazer a remuneração até se ouvir os interessados”, disse. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *